• Nada acrescentar,somente parabenizá-lo pelo excelente trabalha publicado neste e em todos os seus,parabéns!

    • Fabio

      Olha André, este mundo do mercado ações ainda é muito desconhecido para. Estou fazendo o Curso Árvore da riqueza. Interessantíssimo! Agora estou lendo meu primeiro livro sob investimento – O Investidor Inteligente. O mais engraçado é que sou licenciado em filosofia e nunca tive nenhum interesse por essa área de conhecimento, até então… Para mim está sendo como sair da caverna e olhar par luz. Forte abraço.

      • Oi Fábio, fico muito feliz de saber que um novo mundo se abriu para você. Agradeço pela participação aqui no Blog e continue compartilhando seus comentários sempre que quiser. Um forte abraço e sucesso!

    • Obrigado Walmir! Forte abraço

  • Fabricio Piccinin

    Cara, parabéns, excelente conteúdo, uma noção que realmente muda nossa percepção sobre como investir.

    • Obrigado Fabrício! Fico contente de saber que você gostou! Abraço

  • Giovane Pretto Azambuja

    Andre, acredito que a maneira mais sensata nem é chamar de “apostas”, mas sim acúmulo de patrimônio. Ainda não invisto na RV, mas estou tentado a iniciar, nem que seja no fracionário. Defino meus critérios, avalio as empresas, se forem boas, estão dentro. Compro e esqueço cotação, reinvisto juros sobre capital, dividendos e etc. Quanto mais patrimônio eu acumular, melhor.
    Abraço.

    • Muito bom, Giovane! Você está no caminho certo… continue pensando assim!

      Abraço e sucesso!

  • Horácio

    Esse deve ser o “pulo do gato”. Não desperdiçar energia, ao contrário, concentrar as energias em uma “tacada” certeira, o investimento certo. E aí minha dificuldade, localizar ou identificar esse investimento certo.

  • Geraldo Cosme De Souza Junior

    Acho que esse artigo reforça a tese de que tudo na vida exige um equilíbrio. Caso eu pulverize meus investimentos, eu vou reduzir minhas chances de perdas, porém caso eu os espalhe demais vai aumentar meus custos de manutenção. Contudo, caso nós concentremos apenas em um ou dois investimentos os riscos de perdas aumentam consideravelmente, apesar de reduzir os custos de manutenção. Por outro lado, o que podemos extrair desse artigo é que os riscos são inversamente proporcionais ao conhecimento.

  • Realmente excelente artigo…. O lucro está no simples. Poucas tentativas nos momentos certos.