10 dos meus livros favoritos sobre finanças comportamentais

Tempo de leitura: 12 minutos

“Conhece a ti mesmo.” Esse provérbio grego, que é uma das máximas do Oráculo de Delfos, resume um dos ensinamentos mais importantes que você precisa absorver a respeito do mercado de ações. Poderia estender essa lição para a vida, mas vamos ficar dentro de nossa área, certo?

Se você é um estudioso do assunto sabe que não é novidade que a racionalidade humana é um grande mito no que diz respeito aos investimentos. Logo, se somos irracionais por natureza, é preciso aprender a lidar com isso.

Para nossa sorte, a literatura ligada às finanças comportamentais é imensa. Existem livros excelentes que ensinam muito sobre nós mesmos, a detectar (e evitar) armadilhas do cérebro e a usar as emoções a nosso favor. E não contra.

Ao longo dos anos de blog eu já escrevi sobre diversas obras ligadas ao assunto. E hoje quero compartilhar uma preciosa lista de dez livros que você deve incluir como leitura obrigatória de seu plano de carreira de investidor.

Proponho um desafio: se você ler um por mês, antes do fim de 2017 terá terminado a lista. Melhor: terá feito uma imersão em um tema que será precioso ao longo de toda a sua vida.

Alguns livros não estão 100% ligados a investimentos, mas são fundamentais para aprimorar seu autoconhecimento (o que, repito, é essencial para o sucesso nessa esfera da vida).

E aí, vai encarar o desafio?

1 – O Almanaque do Pobre Charlie – a inteligência e sabedoria de Charles T. Munger

A obra reúne os melhores discursos, palestras, comentários e ensinamentos sobre investimentos e a vida de Charlie Munger, um dos maiores nomes dos investimentos de valor de todos os tempos.

Há um trecho no livro que apresenta o checklist de Munger para investir. São dez áreas que o braço direito de Warren Buffett leva em consideração em suas tomadas de decisões.

10 livros favoritos sobre finanças comportamentais Charles T. Munger

Eu recomendo que você leia com muita atenção este artigo em que apresento esse checklist. Salve o link em seus favoritos para voltar a ler de tempos em tempos. É uma aula para a vida. Acompanhe este trecho:

“A única forma de vencer é trabalhar, trabalhar, trabalhar, trabalhar e ter a esperança de ter alguns insights:

  • Desenvolva um método de autoaprendizado vitalício através da leitura voraz, do cultivo da curiosidade e do esforço para ser um pouco mais sábio a cada dia.
  • Mais importante do que o desejo de vencer é o desejo de se preparar.
  • Desenvolva fluência em modelos mentais das principais disciplinas acadêmicas.
  • Se você quer ficar mais esperto, não pode parar de perguntar: Por quê? Por quê? Por quê?”

2 – Previsivelmente irracional

Dan Ariely utiliza experimentos para comprovar o quanto somos suscetíveis à irracionalidade e o quanto isso afeta nossa vida e decisões. Através de exemplos do cotidiano, o autor quebra paradigmas racionais da economia tradicional e mostra que seguir os conceitos da economia comportamental é o caminho para entendermos mais sobre nós mesmos e, consequentemente, nos tornarmos investidores mais conscientes e, por que não, mais racionais.

Anote este trecho: “Embora a irracionalidade seja lugar-comum, não significa obrigatoriamente que somos indefesos. Assim que entendermos quando e onde é possível tomar decisões errôneas, podemos tentar ser mais vigilantes e nos obrigar a pensar de outra maneira acerca dessas decisões”.

10 livros favoritos sobre finanças comportamentais Dan Ariely

3 – Contrarian Investment Strategies: beat the market by going against the crowd

Este livro ainda não tem uma edição brasileira, mas em tradução livre seria algo como Estratégias de Investimento Contrário: supere o mercado indo contra a multidão. Nele, David Dreman reúne 41 regras que devem ser respeitadas se você deseja ter uma postura oposta à da maioria dos que investem em ações. Se quiser saber mais sobre o livro (recomendo), leia este artigo. Aqui estão algumas de minhas regras favoritas:

Regra 1 – Respeite a dificuldade de lidar com uma infinidade de informações. Poucos conseguem fazer isso com sucesso.

Regra 2 – Não existem segmentos altamente previsíveis em que você pode traçar previsões 100% seguras. Contar com isso pode lhe causar problemas.

Regra 3 – Analistas de tendências geralmente são otimistas. Ver o futuro com um viés mais cauteloso é seu trabalho.

10 livros favoritos sobre finanças comportamentais David Dreman

4 – O poder do hábito

Outro livro que pode ajudá-lo a compreender melhor as armadilhas criadas por sua cabeça é O poder do hábito – Por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios, escrito por Charles Duhigg

Nele, o autor explica a origem dos hábitos – bons e ruins – e mostra, através de exemplos e experimentos práticos, como você pode criar o cenário para transformar seus hábitos.

Em resumo, ele explica que todo hábito acontece graças a um ciclo de três estágios:

1 – Deixa: algo que faz seu cérebro perceber, de forma automática, qual hábito irá acontecer.

2 – Rotina: quando o hábito acontece.

3 – Recompensa: sentimento de prazer gerado em decorrência do hábito gerado

E dá exemplos de como você pode aplicar esse ciclo na sua vida para construir novos hábitos e se livrar de hábitos ruins.

10 livros favoritos sobre finanças comportamentais Charles Duhigg

Asseguro a você que o que li nele mudou minha vida. Pode ser muito útil, por exemplo, para você desenvolver o foco para zerar essas recomendações de leitura. Que tal começar por ele?

5 – A lógica do mercado: como lucrar com finanças comportamentais

John R. Nofsinger, doutor e professor de Finanças da Washington State University, aborda vários conceitos importantes para quem está buscando controlar emoções ao investir e ser mais racional em seus investimentos neste livro. Já escrevi um artigo sobre ele, inclusive. Abaixo, resumo algumas de minhas lições favoritas:

1 – Saiba por que está investindo.

2 – Antes de comprar uma ação, compare os critérios da empresa em que está investindo com os seus próprios.

3 – Diversifique seus investimentos.

4 – Crie hábitos e evite tentações.

10 livros favoritos sobre finanças comportamentais John R. Nofsinger

 

6 – Beating the street

Infelizmente, este livro de Peter Lynch ainda não foi traduzido para o português. Porém, mesmo assim, é um clássico da literatura do investidor que não podia ficar de fora dessa lista. A obra é recheada de técnicas, conceitos e dicas para você se tornar um investidor mais qualificado. Abaixo, estão alguns dos argumentos de um dos maiores investidores de todos os tempos. Conheça melhor o perfil de Peter Lynch.

  • Geralmente, não existe relação entre o sucesso da operação de uma empresa e o sucesso de uma ação em alguns meses ou anos. No longo prazo, porém, essa relação é de 100%. Essa é a chave para fazer dinheiro. Ser paciente e sócio de empresas de sucesso é algo que, cedo ou tarde, se paga.
  • Você tem que conhecer o que você tem e saber por que você tem.
  • Se você não consegue encontrar nenhuma empresa que considera atrativa, deixe seu dinheiro no banco até encontrar o que busca.
  • Nunca invista em uma empresa sem entender suas finanças. As maiores perdas vêm de empresas com planilhas de balanço frágeis.
  • Se estiver buscando uma empresa pequena para investir (growth investing), espere ela se tornar lucrativa para apostar suas fichas nela.

10 livros favoritos sobre finanças comportamentais Peter Lynch

7 – Warren Buffett  – Lições do Maior de Todos os Investidores

Escrito por Janet Lowe, esse é um dos melhores livros sobre investimentos que li na vida e uma obra que não me canso de recomendar. Mais do que isso, de tempos em tempos volto a consultá-la, porque é uma leitura leve e fácil, mas que muito ensina. Você já leu?

O livro é dividido por capítulos com frases curtas de Warren Buffett que promovem reflexões e ensinamentos sobre a vida, os amigos, a família, o trabalho, a gestão de empresas e os investimentos, é claro.

10 livros favoritos sobre finanças comportamentais Janet Lowe

Eu registrei meus conselhos favoritos aqui, mas tome nota deste sobre o que é uma boa empresa para investir:

“Não é preciso que a empresa seja sólida como uma pedra para comprá-la. É preciso apenas que o preço de venda seja inferior ao que você acha que a empresa vale e que ela seja administrada por pessoas honestas e capazes. Mas se você puder comprar a empresa por menos do que vale, se confiar na gerência e se conseguir fechar o negócio, você vai ganhar dinheiro.”

8 – Os segredos de Warren Buffett e George Soros

Este é um livro escrito pelo australiano Mark Tier. Na obra, Tier sintetiza a forma como dois dos maiores investidores de todos os tempos pensam e executam suas estratégias de investimento – principalmente do ponto de vista psicológico.

Há um trecho em que o autor cita Os 7 pecados capitais que investidores inteligentes não cometem. Abaixo, estão alguns exemplos do que você pode realmente aprender com os investidores mais bem sucedidos do mundo. Eles estão bem explicados aqui, mas acompanhe este resumo. Será que você não comete algum desses pecados?

1 – Acreditar que você precisa prever o próximo passo do mercado para obter um excelente retorno.

2 – Acreditar em “gurus”: se eu não sou capaz de prever o mercado, há alguém em algum lugar capaz disso. Tudo o que preciso fazer é encontrar essa pessoa.

3 – Acreditar que é por meio de “informações privilegiadas” que se consegue ganhar muito dinheiro.

4 –  Diversificar* – *Esse é um pecado que merece ser analisado com parcimônia, porque o conceito de diversificação é bastante relativo. Entenda que o conceito não sugere que você deva aportar 100% de seu capital em uma empresa. Estamos falando de investidores bilionários. O que fica desse pensamento é a importância de uma lição de casa impecável antes de comprar ou vender um papel.

5 – Acreditar que é necessário assumir riscos muito altos para obter grandes lucros.

6 – Acreditar no “sistema”.

7 – Acreditar que se sabe o que o futuro trará – e ter certeza de que o mercado “inevitavelmente” irá provar que você está certo.

10 livros favoritos sobre finanças comportamentais Mark Tier

9 – Warren Buffett invests like a girl

Neste livro, a autora Louann Lofton mostra o caminho para você, assim como faz Buffett, “investir como uma garota”. A teoria do maior investidor de todos os tempos é que mulheres são mais calmas, pesquisam mais, comportam-se melhor quando estão sob pressão e pensam mais no longo prazo.

Veja como a autora “traduz” esse pensamento do mago de Omaha: “Eles pensam que sabem mais do que sabem. Isso pode levá-los a realizar muitos trades, assumir muitos riscos e a investir em empresas que não entendem. As mulheres dizem que não sabem tanto, não são tão confiantes e tendem a ter maior aversão ao risco. Isso pode soar como algo ruim, mas pode trabalhar a seu favor, na verdade. Ao assumir a ‘visão de uma garota’, você fará mais pesquisas e levará seus investimentos mais a sério.”

10 livros favoritos sobre finanças comportamentais Louann Lofton

10 – Os segredos da mente milionária

Este é um dos maiores best-sellers de finanças pessoais de todos os tempos, e mostra o caminho para enriquecer mudando seus conceitos sobre o dinheiro e adotando os hábitos das pessoas bem-sucedidas. Usando uma linguagem leve, informal e divertida, o autor, T. Harv Eker, conseguiu sintetizar as diferenças entre a forma como milionários e pessoas medíocres (no sentido de serem medianas) lidam com a vida, com seus hábitos, relacionamentos, negócios e com o dinheiro. O livro vai ajudá-lo a rever conceitos que talvez possam ser os responsáveis por afetar seus resultados e/ou reforçar o que é positivo e você já acredita e pratica.

Naturalmente, suas decisões serão pautadas por aqui que lhe parece o mais adequado em cada momento, mas nem sempre seus “arquivos” irão entregar boas decisões. Às vezes, o que parece fazer total sentido para você, na verdade é a pior coisa a se fazer – principalmente se você não é uma pessoa com a mente de um milionário. Aliás, estes são os grandes segredos dos milionários:

  1. Criam sua própria vida.
  2. Entram no jogo do dinheiro para ganhar.
  3. Focalizam oportunidades.
  4. Buscam a companhia de indivíduos positivos e bem-sucedidos.
  5. Aprendem e se aprimoram o tempo todo.

Gosto tanto do livro que já escrevi aqui, aqui e aqui sobre ele.

10 livros favoritos sobre finanças comportamentais T. Harv Eker

Qual é a sua sugestão de livro?

E aí, gostou das dicas de leitura? Escrevi aqui um pouco sobre alguns de meus livros favoritos de todos os tempos, mas a lista é bem maior que essa. Em breve vou voltar para compartilhar mais livros com você, combinado?

Você também deve ter os seus favoritos, certo? E pode ser que eles sejam completamente diferentes dos que eu listei aqui. Estou curioso. Conte nos comentários quais são e o que tem lido ultimamente.

OBS: Não esqueça do desafio de encarar a lista toda!

  • Alexandre

    1 – O Almanaque do Pobre Charlie – a inteligência e sabedoria de Charles T. Munger já existe em português? Se existir qual editora por favor? Obrigado

  • Eduardo Remanaschi Cabrini

    Olá André! Semana passada deixei no comentário do artigo sobre o jovem investidor brasileiro que estou lendo e adorando A Bola de Neve (biografia do Warren Buffett). Fantástico! É interessante ver como ele construiu o que tem e quem ele é! Sobre finanças e comportamento acho que dá pra aumentar essa lista aí com alguns livros que já li e que você mesmo já citou em outros artigos: O Investidor Inteligente (B. Graham); Pai Rico, Pai Pobre (R. Kyiosaki); Como Organizar sua Vida Financeira e Investimentos Inteligentes (Gustavo Carbasi), só para citar alguns. Pelo menos o dever de casa estou tentando fazer! Um abraço e parabéns pelo conteúdo que traz para nós! Valeu!

  • HWFNINA

    Sugiro o livro: Proteja seu dinheiro de você mesmo…. de Gary Belsky e Thomas Gilovich… veja o link:
    https://www.estantevirtual.com.br/b/gary-belsky-thomas-gilovich/proteja-seu-dinheiro-de-voce-mesmo/518538802

  • O livro Finanças Comportamentais de Aqulies Mosca é básico, mas fundamental para entender sobre a influência que sofremos ao lidar com finanças e investimentos. Uma pequena resenha está em: http://www.resenhavirtual.com.br/blog/financas-comportamentais/

    Um grande abraço.