Como perder o medo de investir em ações: lucro de 25% em 11 meses

Tempo de leitura: 5 minutos

Marcele Bona sempre foi poupadora e por isso mesmo tinha muito medo de colocar seu dinheiro em alguma “furada”. Depois de conhecer o Guiainvest PRO descobriu como perder o medo de investir em ações e alcançou um rendimento muito maior que a poupança. Veja o relato!

Brasiliense radicada em Porto Alegre há cerca de 8 anos, Marcele Bona, 32 anos, é servidora pública estadual. A educação financeira sempre foi uma constante em sua vida adolescente e adulta, especialmente por um incentivo “não convencional” da família: ainda adolescente, recebeu da mãe uma conta corrente e a missão de administrar sozinha suas despesas.

Foi assim que começou a colocar tudo na ponta do lápis, controlando os gastos. Sem ter a experiência de investir, ao longo dos anos, manteve o hábito de não gastar mais do que poderia.

O que acumulava deixava na poupança. E assim ficava o dinheiro: parado no banco, sem render muita coisa, até que Marcele descobriu como perder o medo de investir em ações.

Resultados obtidos

  • Perdeu o medo de investir
  • Média de 25% de lucro com suas ações em apenas 11 meses
  • Garantiu uma reserva mais “preparada” para os meses com salário parcelado

O problema

O pouco rendimento da poupança não chegava a ser uma grande preocupação para Marcele, apesar de causar certo desconforto.

As coisas mudaram quando o governo do Rio Grande do Sul anunciou que os salários dos servidores passariam a ser pagos em parcelas. O medo de ver o dinheiro faltar foi o catalisador para tomar uma nova atitude.

“Achava que a poupança rendia muito pouco. Eu olhava e pensava que tinha alguma coisa errada. Então comecei a pesquisar sobre investimento e acabei encontrando o Guiainvest”.

A partir daí os estudos se intensificaram: ela começou a pesquisar em outras fontes e comprou vários livros. Marcele conta que tinha muito medo de investir em ações, afinal, só ouvia coisas ruins a respeito do assunto.

Todos os conhecidos que já haviam colocado dinheiro na bolsa falavam sobre grandes perdas, algo que ela não estava disposta a arriscar.

“Eu tinha muito medo do mercado de ações, porque todo mundo falava mal, coisas do tipo ‘perdi muito dinheiro’. Eu pensava ‘preciso do contrário, de fazer um jeito do meu dinheiro render’. E ainda tinha o preconceito de que não era possível ganhar dinheiro assim, de forma passiva. Achava que devia ter alguma coisa errada, ilegal, não seria possível render tanto.”

Em vez de se tornarem empecilhos, todos esses receios serviram de motivação para que Marcele fosse em busca de mais conhecimento sobre o assunto.

Depois de alguns meses estudando, ela percebeu que investir em ações era uma boa oportunidade e, finalmente, decidiu tomar uma atitude e começou a investir em ações em fevereiro de 2016.

“Com o Guiainvest PRO, aprendi sobre dividendos e acabei migrando os meus recursos para o mercado de ações”.

A solução

Um dos grandes benefícios trazidos pelo Guiainvest PRO para Marcele foi o fato de todas as informações importantes para a escolha de boas ações estarem reunidas de forma prática, em apenas um lugar.

Pela própria experiência, ela conta que é essencial ter todos os dados à disposição em poucos cliques para não perder tempo. Até porque, tempo é dinheiro!

“Antes eu ficava indo de um site para outro para buscar informações e hoje eu consigo achar tudo fácil, só com o Guiainvest PRO. E eu não preciso ficar toda hora olhando… Uma vez que outra eu entro, tiro os relatórios, imprimo aqueles que tenho interesse, faço a comparação, olho os gráficos e vou investindo”.

Toda a desconfiança inicial se transformou em motivação para Marcele, que em pouco tempo aprendeu a como perder o medo de investir em ações e se sentiu pronta para tirar o dinheiro da poupança.

“Quando estudamos e procuramos empresas boas, é possível conseguir um rendimento muito além do que as pessoas imaginam. Tirar essa ideia de que é algo ilegal foi bem difícil. Mas o principal é perder o medo, porque depois dá para ver que a coisa não é tão complexa”.

Com o receio e a dúvida inicial, Marcele começou com a estratégia errada, e os primeiros investimentos renderam perto dos 16%. Na época, como tinha insegurança, comprava uma ação e assim que o papel atingia um lucro razoável, vendia.

Precisou aprender a segurar para não vender antes da hora. Com essa mudança de comportamento, seus rendimentos já chegam aos 25%.

“Meu sentimento hoje é de muita felicidade porque antes meu dinheiro não rendia. O fato de ganhar 25% sem fazer praticamente nada é muito bom. Eu estou parada e estou ganhando dinheiro! Estou realizada com meus investimentos. Consegui chegar num ponto em que não tenho mais medo, estou bem confiante e está dando certo”.

Descubra também como perder o medo de investir em ações

Assim como a Marcele, que tinha muita desconfiança sobre a Bolsa de Valores e em apenas 11 meses atingiu um lucro de 25%, você também pode aprender a investir.

O GuiaInvest PRO traz agilidade na hora de selecionar as melhores empresas da bolsa, reunindo todas as informações em apenas uma ferramenta.

Você poderá tomar suas próprias decisões sem depender das dicas “tendenciosas” dos profissionais do mercado, investindo com segurança através de dados confiáveis. Não tenha mais medo de investir na bolsa de valores!

Saiba mais sobre o GuiaInvest PRO neste link.

Também tem uma História de Sucesso com o GuiaInvest para compartilhar? Envie um e-mail para [email protected] que entraremos em contato!

  • Daniel

    Muito Legal. Parabens marcele. Por toda a dedicaçao e empenho de descobrir um mundo novo.

    • Marcele

      Obrigada Daniel! :)

  • Antonio Junior

    Ela pegou um ano muito bom onde a bolsa estava se recuperando e teve um bom rendimento. O problema é que renda variável, como o próprio nome diz, nem sempre traz resultados positivos e ela colocou todo o dinheiro em ações, ficando extremamente exposta ao mercado e sem ter sequer uma reserva de emergência.
    Entrar na bolsa pode ser um ótimo investimento, desde que você tenha uma reserva de emergência, use o dinheiro que não vai precisar por um bom prazo e sabendo que em alguns anos você ganha muito mas em outros também pode perder bastante.

    • Marcele

      Há um erro no texto da entrevista pois não apliquei tudo em ações. Tenho também reservas no tesouro direto.
      Sem sombra de dúvidas peguei um ano excelente. Porém, antes de começar a investir eu não tinha bola de cristal pra saber disso, concorda?
      No meio do caminho, peguei minhas ações no vermelho inúmeras vezes. Sabe pq não perdi dinheiro? Pq tive paciência e não vendi. Bjs

      • Investidor Persistente

        Agora que me liguei que você é a moça do artigo! rsrs…
        Parabéns! Também tenho investimentos e concordo com você, 2016 foi um ano excelente, tanto para ações quanto para o Tesouro Direto. Neste último fechei o ano com rentabilidades de até 60%. Postei tudo aqui: http://investidorpersistente.blogspot.com.br/

  • Michel Martins

    Ótimo artigo! Não perco nenhum post.
    Desde Novembro assinei o GuiaInvest Pro e estou estudando muito o mundo das ações.
    Estou fazendo muitas pesquisas mas ainda não sei como fazer compras periódicas, mês a mês, ou trimestralmente. Já aprendi que devo diversificar, porém como fazer no caso de resultados diferentes de empresas a cada trimestre? Tenho 3 ações que estou estudando, mas, e se daqui a 1 ano essas empresas não estiverem mais com uma avaliação fundamentalista tão boa?
    Digo isso pensando em aportes frequentes para retorno em dividendos.
    Obrigado.

    • Marcele

      Eu periodicamente avalio as empresas e vejo se estão dando o resultado esperado. Além disso, deve ser avaliada a economia e o setor em que a empresa está inserida.
      Caso o resultado de uma empresa seja ruim e lhe incomode, não é problema vender e aplicar em uma empresa “melhor”. Só não é recomendado fazer isso sempre pois há o gasto com taxas, imposto e corretagem. Por isso o ideal é escolher bem as empresas antes de começar a comprar.

    • Wilson Pires – GuiaInvest

      Opa Michel! Se você se basear na estratégia do Value Investing, que é o que recomendamos, o que vai te guiar serão sempre os fundamentos da empresa, eles são o que há de mais importante. Então se por algum motivo, os fundamentos se tornarem ruins, talvez não seja uma boa comprar a ação em questão. Mas lembrando, que somente oscilações em preço, não definem se uma ação é boa ou ruim, pois isso pode ocorrer por vários motivos e se a empresa realmente valer a pena, é muito provável que ela se valorize novamente. Além disso, empresas realmente boas, com um bom histórico de fundamentos, dificilmente vão mudar nisso em curtos prazos. Abraço!

    • Investidor Persistente

      Eu costumo fazer aportes mensais. Se quiser ver como funciona: http://investidorpersistente.blogspot.com.br/

  • Eric Chiavegatto

    Alguem sabe me tirar uma duvida? para quem esta no fundo imobiliario pois nao pode ficar sem o aluguel no mes, vale a pena investir em açoes que pagam dividendos mensalmente? existem acoes boas pagadoras de dividendos que os pagam mensalmente, é garantido isso ou podem não pagar um certo mes ?

    • Wilson Pires – GuiaInvest

      Opa Eric! Tudo bem? A empresa só irá pagar dividendos aos acionistas, caso tenha lucros. Existem sim, algumas que pagam por mês, mas também as que pagam por trimestre, semestre ou só anualmente. Abraço!

    • Wilson Pires – GuiaInvest

      Eric, pode ser uma boa opção dependendo de quanto irá investir e se as ações que pagam os dividendos mensalmente também tiverem bons fundamentos. Pois não adianta você comprar ações só se baseando no pagamento de dividendos, o mais importante ainda são os fundamentos das mesmas. Além disso, as empresas só pagam dividendos caso obtenham lucros. Abraço!

    • Investidor Persistente

      Wilson está certo. Você só receberá dividendos se a empresa tiver lucros. E eles costumam flutuar bastante se compararmos com o “aluguel” dos Fundos Imobiliários. http://investidorpersistente.blogspot.com.br/