Guia Prático: como usar bem o seu dinheiro ao decorrer do ano

Tempo de leitura: 9 minutos

Um guia prático para usar bem seu dinheiro no ano novo – e evitar ser usado por ele

Todo início de ano exerce um efeito diferente na maioria das pessoas. É um tempo de renovar as energias e as esperanças, planejar, olhar para trás para refletir sobre erros e acertos, traçar novas rotas e planejar os próximos passos da vida.

O problema é que com o passar dos dias muitos perdem o brilho e a motivação do início de um novo ciclo e logo caem na mesmice, na rotina que muitas vezes os afasta de alcançar metas e realizar sonhos.

Pensando nisso e aproveitando o fato de o primeiro mês do ano ainda não ter chegado ao fim (acredito que quase todo mundo ainda esteja cumprindo as promessas da virada), escrevi um pequeno guia com um passo a passo com ações práticas para você rever hábitos financeiros e desenvolver uma mentalidade mais positiva e proativa com relação ao seu dinheiro, seus investimentos, seus sonhos.

São tarefas mensais que você pode seguir à risca ou adaptar de acordo com o nível em que se encontra. O importante é agir.

→ Sugestão: favorite este artigo e volte a ele todos os meses para monitorar sua evolução e pensar em possíveis ajustes. Transformar isso em um hábito vai fazer a diferença. Pode apostar!

Janeiro

Coloque na ponta do lápis tudo o que você recebe e tudo o que gasta no mês. Comprou um picolé? Anote. Deixou o carro no estacionamento? Vai para o caderninho. “Ah, mas foram só dois reais…” De dois em dois reais é que o dinheiro desaparece. Se você não tiver um retrato fiel de quanto ganha e quanto gasta, não conseguirá planejar.

como-usar-bem-seu-dinheiro-janeiro

Fevereiro

Continue anotando suas receitas e despesas. Esse é um mantra que deverá levar por toda a sua vida daqui em diante. Em paralelo, trace seus objetivos financeiros para 2017. Procure ser realista e mensurável. Você não vai resolver todos os seus problemas/realizar seus sonhos em um ano, mas uma ou duas coisas você pode fazer. Seja específico. “Trocar de carro em 2017” não é uma meta. “Economizar e aplicar R$ X a cada mês para trocar de carro em outubro de 2017” é. Isso é o que Raul Candeloro, especialista em vendas e alta performance e diretor da revista VendaMais, chamou de meta ESMART (específica, mensurável, atingível, realista e com tempo determinado para ser alcançada). Falei mais sobre esse conceito neste artigo.

como-usar-bem-seu-dinheiro-fevereiro

Março

Planeje viver com menos do que você ganha. Já falei anteriormente que o ideal é viver com 70% dos seus ganhos, mas você pode começar com uma taxa mais confortável. É mais ou menos como uma dieta. Se você tentar passar um mês comendo só alface e frango grelhado e planejar uma meia-maratona por semana, bom, desculpe, mas essa dieta não vai durar dez dias. Agora, se você passar por um processo de reeducação alimentar, evitar um ou dois excessos e começar a se exercitar com uma caminhada leve, a probabilidade de você continuar no caminho certo por um período maior de tempo serão bem maiores.

Conselho: resista à tentação de cortar suas despesas na carne e viver como um monge nesse primeiro mês. A ideia é se acostumar com o dinheiro sobrando. Se você conseguir viver com 90% do que ganha em março, ótimo. Aproveite e:

  • Ajuste seus sonhos. É aqui que você percebe que talvez não sobre dinheiro para conhecer aquele país dos sonhos este ano. Tudo bem. Em vez de “economizar e investir R$ X para viajar em dezembro”, mude para “Economizar R$ menos-que-X para viajar em junho de 2018”. Mesmo sendo menos, você se beneficiará de mais alguns meses de investimento e juros compostos.
  • Divida os gastos previsíveis durante os meses. Em vez de comprar todos os presentes de Natal em dezembro, planeje comprar durante o ano, aproveitando promoções e oportunidades. O mesmo vale para todos os outros gastos pessoais que você pode diluir, planejar, organizar.

como-usar-bem-seu-dinheiro-março

Abril

Informe-se sobre os melhores investimentos para os seus objetivos. Renda variável é uma ótima opção, a não ser que você planeje usar aquele dinheiro no curto prazo (um, dois, três, quatro anos). Nesse caso, as possibilidades de você perder dinheiro são grandes. Existem fundos nos bancos nos quais seu dinheiro permanece aplicado por um período não muito grande de tempo (dez meses, por exemplo) e oferecem uma rentabilidade maior. Mas muitos desses fundos não permitem novos aportes durante o ano. Ou seja, não importa onde você decida colocar o dinheiro, existem vantagens e desvantagens. Esteja a par de cada uma delas.

como-usar-bem-seu-dinheiro-abril

Maio

Tente aumentar a sua porcentagem de economia para começar a criar sua renda passiva. Você vai ter a experiência dos dois meses anteriores para saber do que você não precisa.  Novamente, não precisa ser radical. Se conseguir elevar a quantidade de dinheiro que não usa no mês para 20%, ótimo. Se só conseguir aumentar para 15%, também está valendo. Lembre-se de que você está mudando um comportamento e desenvolvendo o hábito de cuidar do dinheiro, e não tentando bater recordes.

como-usar-bem-seu-dinheiro-maio

Junho

Agora que está mais disciplinado, coloque os investimentos na frente de qualquer outra despesa: água, luz, parcela do carro. Do contrário, qualquer desculpa servirá para você voltar ao péssimo hábito de gastar demais.

como-usar-bem-seu-dinheiro-junho

Julho

Você já começou a poupar para realizar aquele sonho e para gerar sua renda passiva. Agora, comece a se informar sobre maneiras de complementar sua aposentadoria. Planos de previdência privada, ações, entre outros investimentos de longo prazo. Se você é novo no tópico, busque uma assessoria especializada, preferencialmente independente dos grandes bancos. No início eu disse que no primeiro ano você não vai conseguir fazer tudo que deseja, e é verdade. Mas, para se beneficiar dos juros compostos lá na frente, tente começar a fazer investimentos pensando exclusivamente na sua aposentadoria. Comece com menos de R$ 50 por mês, mas comece.

→ Por falar em aposentadoria, se essa for uma das suas grandes preocupações, recomendo que leia também este artigo. Ele reúne 11 dicas para você ter uma aposentadoria tranquila e com dinheiro no bolso.

como-usar-bem-seu-dinheiro-julho

Agosto

Reveja o que você fez até aqui e, se necessário, faça alguns ajustes. Sinta a alegria de ver seu patrimônio começando a aparecer. Tente aumentar a parcela que não usa do salário, mas não para investir. Em agosto, não. Esse é o mês da celebração.  Presenteie-se com um pequeno luxo: uma viagem, um bom jantar, um cinema, uma roupa nova, enfim, o que couber no seu orçamento e te der prazer. Guardar dinheiro e investir não precisam ser sinônimo de sofrer!

como-usar-bem-seu-dinheiro-agosto

Setembro

Você tem uma escolha para o pouquinho a mais que economizou para festejar em agosto: pode aumentar o valor que investe em sua aposentadoria ou pode começar seu fundo de emergência. Fundo de emergência é o equivalente a cinco ou seis meses de despesas, e é o que o nome diz: serve para emergências. Bateu o carro? Teve um problema de saúde na família? Saiu do emprego? Este fundo irá garantir que você não precise passar por dificuldades para segurar as pontas enquanto resolve as emergências.

como-usar-bem-seu-dinheiro-setembro

Outubro

As vantagens de ter se esforçado tanto ao longo do ano aparecem aqui. Outubro é mais um mês de ajustes. Se conseguir aumentar o percentual que consegue economizar do salário – aproximando-se da meta de usar 70% e economizar 30% -, ótimo. A essa altura talvez você já tenha saldo o suficiente para se beneficiar de investimentos com um rendimento um pouco melhor ou começar a planejar os investimentos do próximo ano.

como-usar-bem-seu-dinheiro-outubro

Novembro

Hora de rever as metas. Conseguiu conquistar o que desejava no começo do ano? E para 2018, o que você quer? Faça já os planos para o ano que vem, releia as orientações do que fazer nos primeiros meses do ano novo e comece a definir o que vai fazer em janeiro, fevereiro e assim por diante. Entre as metas, inclua “ter em dezembro um fundo de emergência com o equivalente a ‘x’ meses de despesas” e “elevar o investimento de aposentadoria para tanto até tal mês”.

Continua valendo a regra lá de cima: é melhor realizar um sonho do que se frustrar ao chegar ao final do ano com três ou quatro desejos pela metade por falta de dinheiro.

Use uma parte do que iria economizar para fazer alguém feliz. Pense em doar alguma coisa para uma instituição que defende uma causa que você apoia e acredita.

como-usar-bem-seu-dinheiro-novembro

Dezembro

Agora que suas finanças estão – ou devem estar – bem próximas do automático, chegou a hora do mais importante: solte o sinto de segurança um pouco e esqueça a rotina superorganizada de gestão de finanças temporariamente. Mantenha-se no orçamento e só. Comemore o fim do ano com quem você ama, ria, curta a felicidade de ter menos preocupações. Vá ao parque, veja os fogos, dance, ame.  Não economize em criar momentos memoráveis de sua vida.

como-usar-bem-seu-dinheiro-dezembro

Entenda que tudo o que falo aqui envolve dinheiro, finanças, planejamento, investimentos. Mas, na verdade, tudo o que escrevo tem o grande objetivo de ajudá-lo a realizar seus sonhos. Não existem atalhos nem receitas milagrosas. A caminhada é dura e pode ser difícil – provavelmente será -, mas a boa notícia é que está tudo em suas mãos.

Quais são os seus grandes sonhos?

Feliz ano!

  • Excelente artigo!

  • Diogo

    Como uma dieta equilibrada, as coisas não vêm de mão beijada. Muito bom artigo!

  • Kay

    como sempre, e muito bom ler os seus artigos. Obrigada.