• Giancarlo Fernandes

    Ótimo artigo André! O livro “Os segredos da Mente milionária” é um clássico e sempre é bom relembrar esses pontos que você citou. Faz aproximadamente um ano que estou usando um caderno e uma planilha em excel para controlar todos os meus gastos diários. No dia a dia eu e minha esposa anotamos os gastos nesse caderno e no final de cada mês eu repasso os dados para uma planilha que eu criei no excel. No começo foi um pouco difícil criar essa rotina (esquecíamos de anotar alguns dias, desistíamos e recomeçávamos…), mas depois de alguns meses ficou bem mais fácil porque se transformou em um hábito. Depois de criar esse hábito ficou mais fácil poupar e investir, pois quando víamos que o gasto no vigésimo dia do mês já estava ficando alto nós dávamos uma segurada nas despesas. Depois de alguns meses de investimentos agora nós passamos a usar uma planilha para controlar o patrimônio líquido. Começamos a fazer isso faz menos de um mês. Como você falou, acredito que isso vai nos incentivar ainda mais a poupar e investir. Outro hábito interessante é sempre fazer melhor uso do seu dinheiro procurando opções mais baratas de produtos, mas que tenham os mesmos benefícios.Foi assim que migramos a maioria das nossas compras de mantimentos do supermercado para o atacado e do hortifrúti do bairro para a feira (CEASA). Outro hábito que adotamos é sempre comprar à vista e pedir um desconto por isso. E mesmo sem desconto, sempre q possível, comprar à vista. Pois assim fica bem mais fácil controlar o orçamento do que controlar vários gastos parcelados. A principal dica é não tentar fazer tudo de uma vez, mas sim ir implementando alguns pequenos hábitos ao longo dos meses. Assim o processo é menos “doloroso” e diminui o risco de desistência no meio do caminho. O processo de aprendizado é lento, mas à medida que você vai percebendo os benefícios isso te incentiva a continuar aprendendo e evoluindo. Um abraço!

  • Juliano Anatólio Rodrigues

    Bom dia André, parabéns pelo artigo.
    No começo eu anotava tudo em uma agenda, pois não tinha computador nem celular.
    Depois comecei a marcar tudo em uma planilha eletronica. Durante o dia, marcava em um papel, pra não cair no esquecimento, e depois transcrevia pra essa planilha.
    Esses dias, descobri o google keep, que serve pra fazer listas e anotações no smartphone e passei a utilizá-lo, ao invés de anotar no papel. As vezes fico uma semana sem passar as informações para a planilha, mas o bom é que o smartphone está sempre a mão, então fica fácil anotar a despesa para lança-la depois. valeu!

  • Ronaldo Stone

    Olá André, bom dia..Excelente texto, parabens.
    Hoje uso um sistema antigo mas ainda muito poderoso para controlar minhas finanças, chama-se Money99, acredito que varios aqui conhecem este aplicativo. Com ele sei exatamente quanto gasto em mercado, padaria, restaurantes, gaolina, etc, e assim posso ver onde economizar mais…O mais legal é que ele importa meu extrato bancario…
    Abraços a todos

  • Raphael N Silva

    Bom dia, André. Excelente artigo. Pegando um gancho no que você disse sobre felicidade atrelada a bens materiais, estes dias li um artigo que falava sobre uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, justamente sobre este assunto, e a conclusão foi que a felicidade atrelada as experiências é muito mais duradouro do que os ligados a aquisição de bens. E quando as pessoas eram questionadas sobre momentos mais felizes de suas vidas, na grande maioria, as respostas estavam ligadas a experiências.
    Quanto ao controle de gastos uso um aplicativo para smartphone e que também pode ser acessado, online, pelo computador.

  • Laianne Guimarães

    Uso App no celular (optei por um em que posso inserir um limite de gastos para cada coisa que gasto, por exemplo: viagens, hang outs…. Assim consigo saber se ultrapassei ou se posso gastar naquele momento). Aliado ao App, mantenho uma planilha que criei, que conforme minhas necessidades é completa. Nela eu gerencio mais detalhadamente e é de onde retiro as informaçoes para alimentar meu budget do app.

  • Fabiano Gomes

    André, texto muito interessante. Compartilho que desde que comecei minha vida profissional aos 18 anos sempre controlei minhas despesas em planilhas. Era estudante e dividia apartamento com amigos e o controle era necessário para a correta divisão das despesas ao fim de cada mês. Hoje com 32 anos tenho minha planilha como meu guia, através da qual planejo cada etapa importante, seja a aquisição de um novo bem (ou a troca) como viagens etc. O mais importante aqui é saber transformar as informações contidas na planilha em dados financeiros para tomada de decisão. O simples fato de anotar tudo que gasta não resulta em nada se não houver um análise das contas. Já tentei usar 3 aplicativos diferentes, mas não me adaptei com nenhum deles. Sou fiel mesmo à minha planilha Excel. Abraço.

  • Silvio

    Parabéns André! agora tenho uma dúvida: Quanto devo acumular de PL para poder viver de rendimentos, sabendo que gostaria de manter gastos de 25mil mensais e parar definitivamente de trabalhar?

  • Daniel Matiussi

    Boa André e todos do grupo, comecei a tomar as rédeas de minha vida financeira depois que passei por momentos de aperto na minha renda, cometi alguns erros no começo de minha vida fora da casa dos meus pais, e por isso decidi que nunca mais passaria por isto novamente. Consegui colocar as contas em dia é já tenho algum dinheiro pra começar meus investimentos, estou seguindo o guiainvest à algum tempo e este mês me tornei PRO, isto está definitivamente me trazendo muitos benefícios na minha vida, posso dizer que estou começando a sair da “corrida de ratos” como diria o pai rico…
    Uso atualmente o MOBILLS para gerenciar minhas despesas, ótimo APP tem recursos simples e de fácil utilização, sem contar com uma ótima assistência, fico por aqui e mais uma vez obrigado André por compartilhar todo seu conhecimento.

  • Rodrigo Di Giacomo

    Ola André, apesar de gostar de tecnologia, eu não utilizo aplicativos para controlar as finanças e sim o velho e bom excel. Nada de planilhas dinâmicas e etc… e sim uma planilha simples com acompanhamento dinâmico. Como hoje em dia muitas pessoas, assim como eu, utilizamos cartões de crédito, fica muito fácil preencher a planilha e verificar para onde esta indo o dinheiro. Coloco tudo na planilha e com o tempo você observa que os tipos dos gastos não variam muito de mês a mês, logo uma simples cópia da planilha do mês no excel ja basta para iniciar o próximo mês. Acho interessante este sistema “manual” pois assim você realmente consegue durante o preenchimento visualizar com critério cada gasto. Desta maneira, é possível avaliar e tomar decisão sobre cada custo que você tem. Nesta planilha também coloco o patrimônio e vou atualizando mês a mês. Como enfatizei, tudo bem simples e manual, porém muito eficiente e transparente. Outra vantagem do excel é que este é um “app” clássico né, ou seja ,daqui 5 ou 10 anos…se eu quiser saber quanto eu gastava com internet/plano de saúde por exemplo, fica fácil de buscar, enquanto os aplicativo, a cada dia vem um novo com uma forma diferente de buscar as informações e etc…

  • Mariana Baroni

    Eu peguei uma planilha de orçamento do site da Bovespa e adaptei para as minhas necessidades. Coloquei até uma aba a mais, com controle das “minhas gorjetas”: todo mês eu me pago 10% dos gastos supérfluos para poupar e investir. Eu também uso uma planilha de simulação de financiamento para pagar as supostas parcelas para mim mesma: todo mês essa parcela do “financiamento” é reservada para ser investida.

  • Reivison

    Boa tarde André, parabéns pelo artigo.
    Sobre a questão do controle mensal, eu utilizo uma planilha do Excel que baixei no site Clube dos Poupadores. Essa planilha é de controle anual e possui duas colunas uma para inserir os valores previstos e outra pros valores realizados. Faço anualmente um provisionamento de quanto gastarei em cada mês, com base no que foi gasto no ano anterior. Assim consigo controlar consumo de combustível, diversão, obrigações entre outras coisas mais. Não criticando, mas vejo diversas pessoas com planilhas apenas para anotações do que foi gasto sem provisionar nada apenas gastam e inserem na planilha, vejo este modo como apenas uma forma de anotar o que gastou e não de controlar os gastos. Mensalmente uma provisão até dos impostos do meu veículo para no início do ano seguinte ter o valor completo e não precisar adiantar a minha primeira parcela do décimo terceiro para pagar impostos. E esse dinheiro provisionado não fica guardado na poupança, efetuo a compra mensal de títulos público e programo qual a rentabilidade mensal que desejo e quando esta é atingida efetuo o resgate do título e compro outro novamente com o valor do resgate mais a provisão do mês. Espero que assim quando chegar o próximo ano além de ter o valor para pagar o imposto ainda terei um rendimento extra sobre este valor. Tenho ainda muitos outros planos que controlo utilizando minha planilha e vem dando certo. Espero ter ajudado com este comentário!

  • Janete Barbosa

    Ótimo artigo, esse livro ‘Os segredos da mente milionária’ é maravilhoso, comprei, estou começando a ler, e é um aprendizado em cada pagina… Eu te acompanho no blog e a cada dia aprendo mais, obrigada por compartilhar. Sobre meus gastos eu anoto tudo numa agenda e numa planilha do Excel, tento me controlar das duas formas.

  • Roger Cristiano

    Como muitas pessoas eu tenho uma planilha que registra meus gastos mensais, minhas receitas. o capital poupado no mês e acumulado ao longo do ano. Poupo pelo menos 30% da minha renda, sendo que um terço deste capital é destinado para doações.

  • Camila Almeida

    Olá André! Primeiramente parabéns por mais um artigo de qualidade.
    Sobre meu controle financeiro, faço o acompanhamento de todas as minhas receitas e despesas no Excel. Já tentei usar alguns apps mas não me adaptei, gosto mesmo das planilhas. Sempre sei para onde está indo meu dinheiro mas, confesso que, faltam criar estratégias para economizar e produzir mais renda.

  • Marcus Moura

    Aplicativo para controle financeiro: https://www.mobills.com.br/

  • Willimar Rodrigues

    Eu utilizo o GuiaBolso. Ótimo app e recomendo, pois ele já pega todos os seus gastos no Débito e Crédito, vc só precisa classifica-los

  • Gilson Santos

    Como sempre,ótimo artigo!

  • malanar11

    Dica simples, quando bater o pagamento na conta manda uma parte pra corretora, e faça o que sobrar durar até o fim do mês.