• André

    Estes tópicos são bastante úteis para o enriquecimento financeiro com base em investimentos, mas devo reconhecer que também o são para aqueles que desejam investir não só em ações, mas principalmente em si mesmos como você mesmo elucidou na frase de Kyosaki e Lechter. Para se crescer na vida é necessário adotar uma postura disciplinada e reunir em si todas as forças necessárias para vencer obstáculos, que.. em determinados momentos podem parecer irrelevantes, mas que se não tratados e superados, podem trazer grandes prejuízos não só financeiros mas psicológicos… É valido nos valer nestes conselhos de que não devem ser praticados apenas no mercado financeiro, mas deve ser uma postura que devemos adotar diante de tudo que nos cerca na vida, pois, a consequência disso, o chamado “Fruto” será o sucesso…

    Grade Abraço!

  • Alessandra Andolini

    Muito obrigada por esse tópico, foi muito revelador.

    Infelizmente tenho o péssimo hábito de compulsão em compras, devido à ansiedade.
    É algo que preciso melhorar, principalmente nesse momento de crise.

    Analisando por esse tópico, o melhor a fazer é investir!

    Muito obrigada!

    • Leonardo Ribeiro

      Olá Alessandra, desculpe a intromissão, mas talvez um bom começo seria começar a anotar no seu dia a dia tudo o que voce gasta e o que voce recebe, para que no fim de um determinado período possa ver o quanto realmente poderá reinvestir ou “se presentear”… eu uso um aplicativo de smartphone chamado Minhas Economias, é preciso fazer um cadastro, mas é totalmente grátis e me ajuda muito a controlar, como o proprio nome do app diz, as Minhas Economias rs.

      • Girassol

        Também uso “Minhas Economias”, acho ótimo o aplicativo, até porque pode baixar no celular e acompanhar o tempo todo. Registro tudo. Sei por exemplo, quando paguei o condominio e em qual banco e data. Mas não paro por aí, exporto os dados mensalmente e cruzo com metas que eu mesmo estabeleço por mês, e acompanho e compara os gastos, deixando inclusive uma “gordura” para os extras. Consigo perceber onde extrapolei e etc. O segredo não é “não comprar nada” é definir quanto quer ter em uma data x, e assim estabelecer quanto deseja economizar ou investir para isso. Feito a sua reserva, poderá usar o excedente sem culpas. E, em tempos de crise, não esquecer de criar um colchão para o caso de uma situação crítica.

      • Alessandra Andolini

        Acho que ele não está disponível para Windows Phone :(
        Mas obrigada pela dica, Leonardo!

  • Girassol

    A maior parte dos itens acima eu consigo fazer. Faço controle de gastos com o aplicativo Minhas Economias, economizo mensalmente, invisto antes de gastar e planejo futuro. Tenho investimentos diversificados: ações, títulos públicos, previdência privada. Mas confesso que investir em açoes muitas vezes me deixa frustada. Quando escolhi ações de bons dividendos, e foquei nisso, não me preocupei com as oscilações de preços e sim em montar uma boa carteira de dividendos. Aí, mudaram a política de distribuição de dividendos e passou a não valer a pena ter a ação. E então o preço da ação passou a importar… É mais dificil do que se imagina o investimento em ações. Saber o preço justo e estabelecer a meta é bem mais complexo que se imagina. Poderia tratar este assunto em um próximo fórum…

    • Leonardo Ribeiro

      O André e a equipe dele já trata disso muito bem dentro do ambiente GuiaInvest (não o blog, mas o próprio site). Eu pude ter acesso a area gratuita, e realmente me interessou todo o conteúdo ali disposto. Estou pensando muito em aderir ao GuiaInvest Pro, vou esperar a semana que vem, que é a terceira semana do investidor guiainvest, e tomar minha decisão final.

  • Liliani Cartonilho

    Ainda sofro por não conseguir me “pagar”….. Arrumei uma renda extra com a venda de cosméticos pra poder investir em mim sem usar minhas economias. Enfim, tenho investido mas não tenho sentido grandes retornos. É impressionante como o lucro de uma venda que deu tanto trabalho pra acontecer, muitas vezes mal dá condições de comprar uma sandália.

  • Um grande problema de boa parte das pessoas é não se dar ao trabalho de saber, de aprender algo diferente, de estar aberto a novos aprendizados!
    Com isso, inúmeras oportunidades são perdidas e em geral pessoas, governo ou situações econômicas são tidas como culpadas pelos insucessos!

    Há um mundo de oportunidades que foram criadas a partir das grandes transformações pelas quais o mundo passou e está passando!

    Basta ter o olhar atento para aproveitar as oportunidades que se apresentam.

  • Eduardo Remanaschi Cabrini

    Ótimo artigo! Sou bancário e tenho amplos conhecimentos na área financeira, inclusive um MBA. Mas mesmo assim, minha vida financeira não estava muito saudável. E tudo devido a vários fatores mencionados no artigo. Preguiça, procrastinação, compulsão e impulsividade etc. Nos últimos meses, resolvi arregaçar as mangas e deixar a preguiça de lado, olhando melhor para minha vida, não só a dos outros….rs….Tanto cheguei até aqui. Um abraço a todos

    • davi freitas

      Muito bom.

  • davi freitas

    Excelente esse artigo Andre. Enfrento esses problemas constantemente com as pessoas que me circundam. Ontem eu fui dormir com a cabeça cheia justamente por conta disso. E o que da mais raiva são as pessoas preguiçosas, ceticas e ignorantes, nossa, é muito difícil ficar perto dessas pessoas alguém que não compartilha das mesmas ideias. Eu sou uma pessoa assim, tenho comportamentos completamente diferente da minha familia, e elas se comportam exatamente como falei anteriormente. Eu tenho alguns dos defeitos que foram expostos aqui. Obrigado por este artigo andre, foi um incentivo para continuar lutando pelos meus objetivos. Desejo tudo de bom à sua vida.